domingo, 17 de janeiro de 2010

A igreja é o alvo.



Vivemos um tempo onde as modas ditam as regras da sociedade e de convivência. Como não poderia deixar de acontecer nas nossas igrejas essas modas também invadem e ditam as regras usadas nas igrejas.

Por exemplo, a alguns anos a moda era a palavra Gospel (que significa EVANGELHO em inglês), tudo tinha gospel no final, exemplos: forro gospel, funk gospel, e um monte de coisas com gospel no final, ou seja tudo no meio cristão agora tem sobrenome “gospel”. Até ai, tudo bem, em teoria é só mais uma palavra que nos brasileiro “roubamos” de outro idioma.  Depois veio a moda do “cair no espírito”, que consistia em literalmente cair no chão quando sentisse o Espírito Santo te encher (Não que eu não creia que a presença do Senhor nos leve ao chão, já que Moises não resistiu à presença de DEUS no monte). Essa moda passou (graças a DEUS).
Se eu fosse numerar todas as modas que já passaram pela igreja escreveria um texto infinito...
Mas uma em especial tem me deixado preocupado, a moda das pulseirinhas coloridas, ou pulseirinhas sexuais. Cada uma de uma cor, cada cor uma ação, quando o individuo que usa essa pulseirinha tem ela arrebentada é obrigado a fazer o que a cor da pulseira indica, vide lista abaixo:

Amarela – é a melhor porque significa das um abraço no rapaz;
Laranja – significa uma “dentadinha do amor”;
Roxa – já dá direito a um beijo com língua;
Rosa – a menina tem de lhe mostrar o peito;
Vermelha – tem de lhe fazer uma lap dance;
Azul – fazer sexo oral praticado pela menina;
Verdes – são as dos chupões no pescoço;
Preta – significa fazer sexo com o rapaz que arrebentar a pulseira;
Dourada – fazer todos citados acima;

O problema é que dentro das igrejas nossos jovens tem usado essas pulseiras, excitando sua sexualidade e pondo em risco toda uma vida em Cristo. O que a igreja tem feito? O que os pais estão fazendo? Todos se calam diante da moda, por que?
A bíblia diz em João 10:10 “O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.” A igreja tem fechado os olhos diante disso, e o pior é que existem adultos, que se dizem “jovens casados”, que também estão usando essas pulseirinhas. Meus amados, vivemos os últimos dias, Jesus tem estado a porta, e o diabo tem tentado destruir sua igreja a qualquer custo. Os dias são maus, cheios de ódio e vingança. Vamos alertar os jovens e adolescentes sobre isso. Por que ninguém inventa as “Pulseirinhas Espirituais” que quando arrebentadas tivéssemos que orar, jejuar, orar no monte? Por que buscar a presença do Senhor não é moda, viver uma vida de renuncias por amor de Cristo não é moda, estar escondido na nuvem não é moda, ler a palavra côo diz o salmista diz em salmos 119:11 “Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti” não é moda. Precisamos seguir a palavra de Deus que diz em Lucas 21:36 “Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem.” Observe vigiar vem antes de orar, precisamos vigiar para que não sejamos enganados pela moda que nos rodeia todo o tempo e tem sido uma arma poderosa nas mãos do inimigo de nossas almas nesses últimos dias.
Graça e Paz meus amados.
Soli Deo gloria (Do Latim: Glória somente a Deus)

Nenhum comentário:

Postar um comentário